LANÇAMENTOS: Autêntica - Abril/2017




Rua do Odeón
Autor: Adrienne Monnier
Tradutor: Júlio Castañon Guimarães
Páginas: 240
"De 1915 a 1951, La Maison des Amis des Livres, a livraria de Adrienne Monnier na rua do Odéon, em Paris, foi um importante ponto de encontro para muitos intelectuais da época, como Paul Valéry, André Gide, Jean Cocteau, André Breton, Walter Benjamin e James Joyce. O local funcionava também como editora, e uma de suas publicações em especial teve grande repercussão: a primeira edição em francês do romance Ulisses, de Joyce, em 1929. Os textos que compõem este livro constituem uma espécie de relato fragmentado da trajetória dessa livraria, de suas várias atividades e de alguns de seus frequentadores. Autorretrato de uma mulher apaixonada, culta e que soube reunir em torno de si um fascinante grupo de intelectuais, Rua do Odéon é, acima de tudo, uma homenagem à literatura."


Práticas artísticas do campo
Organização: Cristiene Adriana da Silva CarvalhoAracy Alves Martins
Páginas: 304
"Neste livro, integrante da coleção Caminhos da Educação do Campo, o que chama a atenção é a opção pelo plural, porque plurais são as práticas em que as populações campesinas vivem, se constroem, lutam e sonham. Os autores dos artigos deste livro também são plurais em sua formação acadêmica, na experiência com os povos campesinos e na lida diária tanto com o trabalho reflexivo quanto com o de escrita.
Aqui são discutidas, com propriedade, temáticas atuais e prementes, como a mística, as artes manuais, visuais e digitais, a literatura, o cinema, a fotografia, a dança, a contação de histórias, a música, o rádio e o teatro. Na perspectiva de um projeto de sociedade emancipatório, este livro aponta alternativas para iluminar a Educação do Campo na construção de saberes coerentes com princípios vinculados à resistência, à luta e à transformação social."


Fundamentos da clínica psicanalítica 
Autor: Sigmund Freud
Tradutor: Claudia Dornbusch
Páginas: 416
"Quais os fundamentos da clínica psicanalítica? O que separa a Psicanálise de outras práticas de cuidado, como o trata¬mento medicinal, as diversas psicoterapias ou as curas religiosas? A resposta mais direta a essas questões não se esgota em aspectos teóricos; ao contrário, remete-nos ao domínio da prática analítica, relativo ao método e à técnica, assim como à dimensão ética que dali se depreende. Os textos aqui reunidos constituem o essencial dos escritos freudianos sobre o método e a técnica, em sua constituição, em sua história e em seus desdobramentos. Nos quase 50 anos de reflexão sobre a clínica que este volume recobre, Freud abordou temáticas que vão desde a associação livre e a atenção equiflutuante, a transferência e a repetição, até a formação do analista, o início e o final de uma análise, passando ainda pela interpretação e pelas construções, entre tantas outras."

Um café com Voltaire
Autor: Louis Beriot
Tradutor: Fernando Sheibe
Páginas: 256
"Panfletário, dramaturgo, filósofo, escritor, tão talentoso quanto extravagante, Voltaire foi uma das figuras mais interessantes e polêmicas do efervescente século XVIII, quando a razão e o debate de ideias tiveram talvez seu momento de maior triunfo. Para contar essa vida em que ação e pensamento andam juntos, Louis Bériot põe em cena o autor de Cândido, ou o otimismo em encontros com seus mais ilustres contemporâneos: Newton, Montesquieu, a madame de Pompadour, Frederico II da Prússia, Rousseau, Buffon e Diderot. São diálogos pra lá de afiados, escritos a partir de excertos das obras e de cartas dos interlocutores, em que se discute o papel da religião, o fanatismo, a condição feminina, o amor, a ciência, a moral e a salvação da alma."


Urbanização e desenvolvimento
Autor: Paul Singer
Tradutor: Marcelo Gomes Justo
Páginas: 208
"Este livro consiste em uma seleção de textos de Paul Singer, feita pelo sociólogo Marcelo Gomes Justo, tendo como foco as análises que o autor empreendeu sobre a questão urbana. Neste conjunto de artigos escritos em um período de quase quatro décadas, estão a defesa do pleno direito de todos à cidade e a compreensão de que o desenvolvimento urbano guiado apenas pelo livre mercado imobiliário impede a realização desse direito. E que não é o desenvolvimento econômico que gera a exclusão ou a marginalização urbana, e sim a ausência dele – o problema é como se dá o desenvolvimento. Singer interpreta o desenvolvimento como um processo contraditório que se constitui na completa transformação da estrutura de produção e, consequentemente, de toda a sociedade, e caminha junto com a urbanização. Esta, por sua vez, está associada a uma visão de desenvolvimento em que ela é um processo inexorável."

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.