Piores adaptações literárias para o cinema | BEDA #3 - Quarto dos Livros

Piores adaptações literárias para o cinema | BEDA #3



Sabe aquela sensação de medo quando você descobre que o seu livro favorito vai ser adaptado para o cinema? O medo de que ele seja um total fracasso, ou que o primeiro filme da franquia seja horrível e você jamais vai ter a chance de ver o restante da história em um filme? É exatamente sobre esses casos que nós vamos falar hoje.

No post de ontem, nós trouxemos as melhores adaptações literárias, então nada mais justo que fazer um post com as piores releituras de livros para o cinema. Lembrando que ambos os posts foram feitos com base em livros e filmes que eu li/assisti. Então vem conhecer a nossa lista.

Me dói o coração colocar um filme da franquia de Harry Potter nessa lista, mas dói ainda mais a quantidade de informações importantes deixadas de fora desse filme. Informações que eram importantes para a sequência da história. Também há o fato de terem transformado "Enigma do príncipe" em uma drama sobre relacionamentos. Sim, nós temos o primeiro beijo entre Harry e Gina.  E nem vamos falar sobre aquele beijo, por favor. Mas esse não é o foco da história, mas no filme, foi. De todas as falhas, talvez a pior tenha sido  a batalha na torre de astronomia depois da morte de Dumbleodore que, no longa, não existe. 

2. Os Instrumentos Mortais: Cidade dos Ossos (EUA, Alemanha, 2013)
Veja bem, o filme começa bem, mas logo no início já dá para perceber que ele não pretende ser exatamente fiel ao livro. O elenco é bom. Jamie Campbell Bower seria um ótimo Jace, mas o roteiro não ajuda. Na verdade, todo o elenco seria perfeito se o roteiro fosse bom. As personagens são muito mais complexas e tem uma profundidade muito maior que não são mostradas no filme. Tudo é muito rápido, com vários buracos no enredo que nunca são explicados. Todos os romances dessa série tem uma história, dificuldades que começam no primeiro livro e deveriam começar no primeiro filme, mas tudo parece muito forçado e você não consegue sentir empatia por nenhum casal. Ao ler a obra, Valentim parece ser um homem mais velho, mas Jonathan Rhys-Meyers consegue convencer e entregar um ótimo Valentim. De novo, o elenco é bom. O roteiro, nem tanto. 

3. Academia de vampiros: O beijo das sombras (EUA, Reino Unido, 2014)
Essa é uma série de livros que eu conheci esse ano e foi por conta do filme. Sabendo que muito fãs não gostavam do longa, resolvi ler o primeiro livro e foi amor aos primeiros capítulos. Foi então que consegui entender o motivo da adaptação ser tão criticada. Os problemas são basicamente os mesmos de "Cidade dos Ossos": roteiro ruim. Embora, na minha humilde opinião, o elenco não seja lá aquelas coisas, ele é ok. Mas o fato de terem transformado "Academia de vampiros" em um grande drama adolescente, que usa o fato de ser uma história onde as personagens são adolescentes, é o que incomoda mais. A relação entre Rose e Dimitri é complicada, complexa e linda, mas o longa transforma tudo isso em uma paixonite de adolescente pelo professor. Várias coisas são deixadas em aberto, provavelmente na intenção de ter uma sequência (que nunca aconteceu), quando essas coisas são explicadas logo no primeiro livro mesmo. Ponto positivo para o filme: Danila Kozlovsky! Mesmo com um roteiro ruim, ele é, fisicamente falando, um Dimitri perfeito. Que russo é esse, minha gente?

4. D.U.F.F. (EUA, 2015)
Outra adaptação que eu vi antes do livro e quando finalmente resolvi ler, parecia que eu estava lendo uma história totalmente diferente do longa. Na obra, Bianca fica incomodada com o fato de ser a D.U.F.F (Designated Ugly Fat Friend, a amiga feia) do seu grupo, mas ela não deixa que isso a defina. Ele tem problemas muito maiores do que ser chamada de feia pelo bonitão super popular do colégio. Já no filme, ela deixa que isso entre na sua vida e atrapalhe sua amizade. Ela quer mudar, ser considerada bonita, conquistar o garoto fofo e todos esses clichês dos filmes adolescentes. Já no livro, ela não se importa com a opinião das outras pessoas e nem deixa que ser a D.U.F.F. mude quem ela é. Como filme, ele é bom, mas como adaptação é péssimo. Ninguém quer ver seu livro favorito ser transformado em algo totalmente diferente do que ele é.

Esses são apenas alguns dos filmes que eu considero péssimas adaptações. Eu sei o que todo mundo fala sobre Percy Jackson e a a série Divergente, mas como nunca li nenhum dos livros, optei por não me deixar influenciar por opiniões que não são minhas. Deixem aqui nos comentários se concordam ou não com essa lista e se sentiram falta de algum filme.


Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.