RESENHA: O acordo (Amores Imporováveis #1) - Elle Kennedy | Clube do Livro - Quarto dos Livros

RESENHA: O acordo (Amores Imporováveis #1) - Elle Kennedy | Clube do Livro

Tocante, profundo, engraçado, sexy... ''O Acordo" é um romance que vai te encantar e surpreender a cada página. Hannah Wells finalmente encontrou alguém que a interessasse. Mas, embora seja autoconfiante em vários outros aspectos da vida, carrega nas costas uma bagagem e tanto quando o assunto é sexo e sedução. Não vai ter jeito: ela vai ter que sair da zona de conforto Mesmo que isso signifique dar aulas particulares para o infantil, irritante e convencido capitão do time de hóquei, em troca de um encontro de mentirinha. Tudo o que Garrett Graham quer é se formar para poder jogar hóquei profissional. Mas suas notas cada vez mais baixas estão ameaçando arruinar tudo aquilo pelo qual tanto se dedicou. Se ajudar uma garota linda e sarcástica a fazer ciúmes em outro cara puder garantir sua vaga no time, ele topa. Mas o que era apenas uma troca de favores entre dois opostos acaba se tornando uma amizade inesperada. Até que um beijo faz com que Hannah e Garret precisem repensar os termos de seu acordo.

Este ano o Quarto dos Livros vai participar de um Clube do Livro e o tema de janeiro (nós estamos um pouco atrasados com a postagem, mas tente ignorar) é "Livro recomendado por um amigo". Eu não lembro exatamente quem me indicou "O acordo", mas seja quem for, OBRIGADA! Vou explicar todos os motivos que me fizeram amar essa história.

A trama gira em torno de Hanna e Garrett. Ambos são completamente opostos: ela faz parte do grupo dos músicos e artistas, tem poucos amigos, e passa seu tempo na faculdade focada em superar o passado e ajudar financeiramente seus pais. Já ele é o cara mais popular (clichê, eu sei), é o capitão do time de hóquei, e tem tantas conquistas no gelo quanto na cama. Mas Garrett descobre que ele precisa da Hanna para aulas particulares. Após tirar nota baixa em uma prova, ele percebe que só vai poder continuar no time se melhorar sua média e por isso ele tenta fazer um acordo – depois de implorar muito – com Hanna: ela o ajuda com aulas particulares para que ele a aumente sua nota, enquanto ele finge estar saindo com ela para chamar a atenção de um cara do campus por quem está interessada. Obviamente, esse acordo não vai sair como os dois esperam. Ela é muito mais do que deixa transparecer; quer viver e superar a experiência horrível que teve durante a adolescência. E ao lado de Garrett, que vai além do atleta babaca e egocêntrico, ela vai aprender a confiar em si mesma e, principalmente, a se divertir deixando para trás alguns de seus medos.
E talvez isso faça de mim um arrogante, mas amo ser o cara que a deixou assim. Em quem ela confiou o bastante para cuidar dela de forma que pudesse se soltar e se divertir.
Eu mencionei que esse livro é um new adult? Ele é, mas ás vezes você simplesmente se esquece disso porque ele não é cheio de complicações e clichês do gênero. É uma história simples, sem grandes reviravoltas, monstros do passado e coisas que nós, muitas vezes, encontramos em livros desse gênero. Eu li mais NA do que posso contar, então confiem em mim nesse assunto.

O que eu mais gosto na Hanna é que ela não se tornou uma vítima do que aconteceu com ela (vou deixar esse mistério pra você ficar chocado logo no primeiro parágrafo), muito pelo contrário, isso fez dela uma pessoa mais forte. Ela não deixa que o seu passado a defina, mesmo ainda tendo alguns medos e reservas. Garrett também tem seus problemas e está cansado de viver na sombra de seu pai, que foi um jogador de hóquei muito famoso e que todos acreditam ser um homem incrível. Ele quer ser respeitado por quem é e não por causa de seu pai e quer ser realmente amado por alguém.
É isso ai, Hannah e eu somos amigos. Na verdade, ela é a única amiga mulher que eu já tive. E quero continuar sendo amigo de Hannah. Mas... Também quero dormir com ela.
Outro ponto forte desse livro é que você realmente consegue acompanhar o romance se desenvolver entre os protagonistas. Não é algo que acontece instantaneamente. É um romance que começa com amizade, sessões de estudo, conversas sobre o passado, e noites de pizzas assistindo Breaking Bad. Elle Kennedy não complica a história, não cria um triângulo amoroso desnecessário, nem traz mil barreiras que impedem o casal de acontecer. Bom, tem um pequeno problema apenas e talvez você queira matar a Hanna por isso, mas Garrett lida com isso de uma forma que vai te fazer rir horrores. Além disso, outra coisa ótima é que a narrativa é intercalada entre Hanna e Garrett, então é possível conhecer um pouco mais do que cada um realmente sente.
Sempre que as coisas ficavam pesadas ou dolorosas demais, eu ia para o piano ou pegava meu violão e sabia que a alegria não estava tão fora de alcance. Estava logo ali, sempre disponível para mim, desde que fosse capaz de cantar.
Se você procura uma leitura leve, uma história descomplicada, engraçada e com a quantidade certa de dramas e clichês, "O acordo" é o livro certo. A série "Amores Improváveis" conta com mais  três livros e dois já foram publicados aqui no Brasil: "O erro" e "O jogo", que chega às livrarias esse mês.
A vida vai bem.
A vida vai maravilhosa, surpreendente e assustadoramente bem
(…)
Mas, sabe, o problema da vida é o seguinte: quando ela vai bem assim, inevitavelmente, algo dá errado.
Logo a baixo, tem uma lista com todos os blogs que fazem parte do Clube do Livro, são blogs ótimos e de nichos diferentes, inclusive, tem dois canais de booktubers também. Então corre conferir o livro que eles escolheram para esse mês! E o livro para o mês que vem será divulgado no instagram @blogquartodoslivros. Segue lá!








6 comentários:

  1. Jujubaaa *-*
    Que legal esse negócio de clube do livro ♥
    Gostei muito da sua resenha, mas estou me recusando a ler New Adult hahahah Me julgue♥

    Um beijo,
    Paloma♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mara, né? Tem uns temas bem legais!
      Para de ser preconceituosa, Paloma! O livro é bem legal. Você sabe que eu não te indico livros ruins hahahaha

      Beijos,
      Juliana

      Excluir
  2. Adorei a sua resenha! E esse livro parece ser perfeito para curar ressaca literária <3 Definitivamente vai para a minha lista no Skoob. Espero que esteja gostando do Clube <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá!
      Obrigada <3
      Ele é ótimo pra ressaca literária mesmo, curou a minha hahahaha
      Eu tô adorando o Clube! <3

      Beijos,
      Juliana

      Excluir
  3. Adorei a resenha! Já ouvi falar dessa coleção mas ainda não li nenhum, achei que fosse ter muitos estereótipos mesmo, mas que bom que a autora conseguiu contornar isso e não prejudicou a história

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada <3
      Ele tem alguns clichês e tal, mas não é nada que faça você se descabelar. É um livro bem gostosinho de ler.

      Beijos,
      Juliana

      Excluir

Tecnologia do Blogger.